Painel Solares - Demanda global

Painéis solares em telhados poderiam suprir toda a demanda global

O crescimento da tecnologia de painéis solares está rapidamente transformando o mundo em que vivemos e trazendo uma nova e sustentável forma de consumir energia.

Hoje, milhões de casas e empresas ao redor do mundo já produzem a sua própria energia limpa com a luz do sol para reduzir o consumo da rede e economizar na conta de luz.

No entanto, milhões de pessoas no planeta seguem sem acesso à energia elétrica, recurso cada vez mais indispensável em nossas vidas.

Seria possível, então, utilizar painéis fotovoltaicos em telhados para produzir energia suficiente para todo o mundo? Segundo um estudo publicado no site da revista científica Nature, sim.

O estudo afirma que apenas 50% dos telhados no mundo cobertos por placas fotovoltaicas seria suficiente para gerar toda a energia consumida globalmente hoje.

Para chegar a esse resultado, os pesquisadores utilizaram grandes bancos de dados que analisaram um total de 130 milhões de km² da superfície do planeta, dos quais 0,2 milhão de km² são de telhados com potencial para geração fotovoltaica.

As melhores regiões para aproveitamento da tecnologia seriam a Ásia (47%), América do Norte (20%) e Europa (13%), enquanto os países com melhores preços para investimento seriam Índia, China, EUA e Reino Unido.

Entretanto, o objetivo do estudo é mostrar o potencial da geração de energia solar em telhados, não prover uma solução definitiva para atender a demanda elétrica global.

Além do fato de que não se deve depender apenas de uma fonte de energia, o estudo aponta também para a intermitência da geração solar, disponível apenas durante os horários de sol.

As baterias, solução atual para o armazenamento de energia solar, ainda são muito caras, sem contar que os painéis solares ainda não conseguem atender o consumo de grandes indústrias, como mineradoras, que demandam grandes cargas e abastecimento especial de energia.

O estudo conclui que os painéis solares em telhados têm enorme potencial para atender o consumo das populações, e que seu preços em queda tornam ele a melhor opção para descarbonizar o geração elétrica mundial.


Compartilhar:

Postado em Energias Renováveis, Mercado e Tecnologias e marcado como , , .

Graduando em letras inglês-português pela Universidade Paulista, apaixonado por tecnologias verdes e tudo ligado à sustentabilidade. Atua há mais de 5 anos no setor de energia solar.