Belo Horizonte e Emissões de Carbono

Belo Horizonte reduz suas emissões de carbono

Notícias rápidas | Com 123 anos completados em dezembro último, a jovem capital mineira não foge à regra de outras cidades globais e também sofre com as mudanças climáticas.

Com o objetivo de mitigar os efeitos do clima sobre a cidade, a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), lançou o Plano de Redução dos Gases de Efeito Estufa (PREGEE), com metas robustas e ousadas a serem cumpridas até 2040: São cerca de 100 ações a serem desenvolvidas em parceria com os inúmeros atores da sociedade.

O plano foi anunciado após a divulgação do 4º Inventário Municipal de Gases de Efeito Estufa, que indicou os grandes vilões da capital quando o assunto é efeito estufa – em 2019, o setor de transportes respondeu por 57% das emissões em Beagá, seguido de resíduos, com 27%, e, em terceiro, pelas fontes estacionárias de energia (elétrica, gás, fotovoltaica), com 16%.

O PREGEE foi apresentado em 16 de dezembro de 2020, uma semana após a Secretaria de Meio Ambiente divulgar dados do 4º Inventário Municipal de Gases de Efeito Estufa, que apontou redução de 22% nas emissões dos GEE, na cidade, no período entre 2014 e 2019.
Com a identificação dos principais emissores do efeito estufa na cidade no inventário, o Plano de Redução das Emissões propõe uma lógica de ações de curto, médio e longo prazo. E a expectativa da SMMA é reduzir em até 40% as emissões atuais na cidade nas próximas décadas.

Belo Horizonte faz parte do grupo de cidades que já têm estratégias para mitigar os efeitos do aquecimento global. O inventário é uma espécie de exame de pulmão do município. Já o plano de redução das emissões é justamente o tratamento, o caminho para reduzir a poluição e garantir qualidade de vida à população.


Compartilhar:

Postado em Notícias rápidas e marcado como , , , , .

Instituto Brasileiro de Sustentabilidade

Ver artigos por Instituto Brasileiro de Sustentabilidade

O INBS publica conteúdo de relevância em temas de sua atuação, principalmente meio ambiente e sustentabilidade, tendo como objetivo instruir e proporcionar conhecimento de qualidade a seu público.