A evolução da consciência ambiental

A relação do homem com o meio ambiente vem mudando ao longo do tempo. No passado tinha-se uma visão utilitarista do meio ambiente, do qual se extraia os recursos para sua sobrevivência. Após a Revolução industrial prejuízos ambientais começaram a ser vistos decorrentes das formas de produção e consumo. Esse foi o início da consciência ambiental no Brasil.

As políticas ambientais no país começaram a ser implementadas partir da década de 1980. Após a promulgação da Política Nacional do Meio Ambiente em 1981, considerado um marco histórico da implementação das políticas ambientais.
Assim como a relação do homem com o meio ambiente, as políticas ambientais tiveram diferentes momentos ao longo do tempo. Portanto, Souza (2005) identificou três diferentes momentos que marcaram essa evolução, em 1970 caracterizava-se por uma política corretiva, em 1980 passou a ser preventiva, até que após a década de 1990 a política ambiental passa a ser integradora.
O contexto ambiental que vivemos hoje retrata uma situação de dualidade. Ao mesmo tempo que muito já se avançou em relação a consciência ambiental da população,  percebem-se grandes mudanças sendo feitas nas políticas ambientais muito sorrateiramente.
Percebe-se que cada vez mais que o interesse econômico se sobressai à defesa do meio ambiente e ao interesse social. A problemática de proteção ao meio ambiente envolve muitos interesses e  esse conflito de ideias a torna tão complexa.
Com isso pode-se fazer uma reflexão e a parti dai dar início a uma série de discussões sobre as políticas ambientais, sobre meio ambiente e demais assuntos.


Gostou? Compartilhe agora mesmo!

Engenheira florestal pela UTFPR, mestranda do programa de pós-graduação em meio ambiente urbano e industrial (PPGMAUI) pela UFPR, pós-graduanda em engenharia e gestão ambiental pela UEPG, atua como Engenheira Florestal residente no Instituto Ambiental do Paraná (IAP) na área de licenciamento ambiental.