5 sintomas de que sua empresa não é sustentável

Sua empresa é sustentável? Diariamente a questão da sustentabilidade assume um papel cada vez mais importante nos mais variados âmbitos sociais, do industrial ao educacional, da produção de bens e serviços ao consumidor final. Neste contexto, tornou-se imperioso que empresas tornem-se cada vez mais próximas de práticas sustentáveis, visando não somente atender requisitos finalistas como a contribuição à preservação do meio ambiente, mas também atender exigências de mercado.

Gradativamente a responsabilidade do setor privado frente a questões ambientais deixa de se tornar um diferencial e se torna uma obrigação inerente a toda organização. Assim, muito mais que uma bandeira a ser destacada como diferencial de mercado, a sustentabilidade empresarial é, ao mesmo tempo, um valor a ser integrado à cultura empresarial e também um objetivo a ser buscado visando atender aos novos padrões de economia e mercado que se avultam no horizonte.

Sua empresa é sustentável?

Levando em conta tais considerações, apresentamos aqui cinco sintomas empresariais que demonstram certa distância entre empresa e princípios e práticas sustentáveis:

1. Descuido com a energia elétrica e equipamentos.

Toda empresa prestadora de serviços ou produtora de bens necessariamente possuí instalações que consomem energia elétrica. Muitas empresas não possuem um efetivo controle do consumo mensal de energia, encarando as faturas como naturais, não comparando os montantes consumidos cada mês. Buscar substituir equipamentos antigos e também melhorar as instalações elétricas são ações de grande importância, pois tais atitudes evitam tanto o consumo desnecessário de energia como também trazem economia financeira para a empresa.

2. Descarte inadequado de resíduos.

Empresas produzem constantemente resíduos sólidos, líquidos ou gasosos. Neste sentido, é necessário que trate devidamente aquilo que devolve para a natureza. Muitos resíduos considerados sem valor ou descartáveis pela empresa são totalmente aproveitáveis por outras, as quais produzem novos bens a partir daquilo que seria descartado. Neste sentido não há mais que se falar em descarte irresponsável.

3. Obtenção de matéria-prima ilegal ou de origem duvidosa.

Toda empresa necessita de matéria-prima para produzir seus bens e serviços. O preço de tais produtos, muitas vezes royalties, varia de acordo com inúmeros elementos determinantes. Buscar junto a fornecedores matéria-prima ilegal ou de origem duvidosa, muito além de correr o risco de incidir em previsões legais e responder penal e civilmente – em alguns casos também administrativamente, faz com que a empresa contribua diretamente para a degradação ambiental e exploração humana.

4. Descuido com o consumo de água.

A água é o bem mais valioso que existe. Muito além do petróleo, que produz energia e bens em geral, a água produz principalmente vida. Neste sentido, é muito importante o controle do consumo da água no ambiente empresarial, uma vez que o recurso próprio ao consumo e utilização está cada vez mais escasso. A economia no consumo de água contribuí tanto para com a sociedade em si, como também minimiza os custos da fatura ao fim do mês.

5. Inércia, não inovar e não tornar-se mais eficiente.

Toda empresa que queira se manter no mercado por um longo período de tempo deve acompanhá-lo. Assim, a inovação é o caminho para a longevidade empresarial. Aliada à inovação, a empresa deve sempre buscar ser mais eficiente, ou seja, otimizar seus processos para fazer mais com menos. Neste sentido a organização estará tanto gerando economia para si quanto gerando economia no consumo de recursos naturais. Acompanhando ainda os valores da sustentabilidade, é muito importante que toda empresa busque tornar seus produtos mais sustentáveis e que causem menos impactos ao meio ambiente.

Analise, melhore, evolua. Faça de sua empresa uma empresa ambientalmente responsável. Uma empresa sustentável, aumentando suas chances de perpetuação no mercado, o qual está cada dia mais concorrido e exigente.

Compartilhe este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *