Cinco mitos sobre sustentabilidade empresarial

Nos dias de hoje não há mais que se falar em empresas que atuem no mercado de forma irresponsável frente a sociedade e ao meio ambiente. Responsabilidade social e ambiental deixaram de ser fatores associados à “boa vontade” empresarial. Hoje são de grande importância para a organização, se tratando de verdadeiros elementos estratégicos. Conheça neste artigo cinco mitos sobre sustentabilidade empresarial.

A sociedade passou por um despertar em relação à questão ambiental. Esta, voltou seus olhos e suas preocupações à forma com que a humanidade passou a tratar a natureza há algumas décadas: uma forma altamente degradante e negativamente impactante proporcionada pelo desenvolvimento econômico e o consumo desenfreados.

Assim, diariamente crescem as exigências tanto legais quanto sociais para que pessoas, poder público, iniciativa privada e entidades do terceiro setor adotem medidas e posicionamentos ambientalmente responsáveis em sua atuação, demonstrando assim comprometimento segundo os ideais do desenvolvimento sustentável.

Apenas a título de esclarecimento, entende-se por desenvolvimento sustentável a forma de desenvolvimento capaz de satisfazer as necessidades da atual geração sem, todavia, comprometer as necessidades das futuras gerações.

Embora cada dia questões ligadas à preservação e responsabilidade ambiental se difundam no meio social e, principalmente, empresarial, muitos empresário possuem uma visão equivocada sobre de que forma práticas sustentáveis impactarão seu negócio.

Neste sentido apresentamos abaixo 5 importantes considerações, para esclarecer de uma vez por todas, alguns mitos que micro e pequenos empresários costumam considerar. Vamos lá?

5 mitos sobre sustentabilidade empresarial

Toda empresa pode adotar práticas sustentáveis, não apenas as grandes e médias:

É comum que o micro e pequeno empresário pense que a adoção de práticas sustentáveis seja uma ação ligada apenas a médias e grandes empresas, deixando tais práticas para a posteridade, para quando sua empresa se tornar uma delas.

Grandes e médias empresas investem em publicidade para informar seus clientes e o público em geral sobre seus compromissos com o meio ambiente. Isso faz com que muitos empreendedores dissociem sustentabilidade de suas micro e pequenas empresas ou pensem ser algo inviável para o momento.

Toda empresa pode adotar práticas sustentáveis, incluindo as micro e pequenas empresas. De fato, a adoção de tais práticas quando a empresa ainda está em seu início ou em seu tamanho reduzido, torna-se um processo mais rápido e eficiente, visto que a partir daí, toda a organização crescerá no mercado já como uma empresa sustentável.

Sim, sua micro ou pequena empresa pode e deve ser sustentável. Os benefícios são inúmeros.

Sustentabilidade não é gasto, mas sim investimento:

Muitos empreendedores e empresários olham pro campo da sustentabilidade como um gasto, algo que impactará negativamente as receitas da empresa, diminuindo sua margem de lucratividade. Errado.

Se implementadas de forma correta as ações sustentáveis trazidas pra dentro da organização contribuirão com a redução de custos, por exemplo, evitando desperdícios e melhorando o aproveitamento de matéria-prima, podendo atrair a atenção também de um novo perfil de cliente, o que opta por produtos e serviços ambientalmente responsáveis.

Diariamente o mercado evoluí no sentido de dar mais e melhor atenção a empresas, produtos e serviços sustentáveis. O Brasil, ainda como um país receptor de influências externas, tem muito a absorver em termos de preferências de consumo, práticas empresariais responsáveis e economia ambiental de países como a Alemanha, por exemplo. Prepare-se, invista no sucesso de sua empresa, vem aí um novo mercado, com novas empresas e novas demandas. Esteja lá.

Práticas sustentáveis podem ser implementadas gradativamente:

Toda empresa não precisa repentinamente implementar todas as mudanças necessárias para se tornar uma empresa sustentável, uma vez que tais mudanças, em grande número e intensidade, poderiam afetar a empresa em si.

De fato, é preferível que ações gradativamente sejam implementadas, suavizando os impactos internos na organização e permitindo adequações e correções necessárias.

Para micro e pequenas empresas tudo se torna mais fácil. Considerando que tais organizações possuem uma estrutura (produtiva, financeira, administrativa, etc) menos complexa, as mudanças podem se dar de uma maneira mais concentrada e em um número maior. Esta, na verdade, é uma das vantagens da sustentabilidade para empresas de tais portes.

Um plano de implementação apontando as mudanças, bem como os cronogramas de implementação, os resultados esperados, as formas de avaliação de tais resultados, prazos, etc, orientará o empresário ou o(s) responsável(eis) pelo projeto de sustentabilidade. Considere isso.

Você não precisa gastar dinheiro para diminuir o impacto ambiental de sua empresa:

Muitos pensam que investir em um programa ou projeto de sustentabilidade empresarial, principalmente aqueles a serem implementados micro ou pequenas empresas, implique obrigatoriamente em gastar dinheiro para isso. Não é verdade.

Uma das ações esperadas e informadas pelo princípio do desenvolvimento sustentável é a preservação ambiental por meio de uma consciente inter-relação com o meio ambiente. Assim, uma empresa poderá implementar práticas sustentáveis sem gastar para isso, reduzindo seu impacto direto ou indireto na natureza.

Ações como reutilização de materiais de escritório, economia energética, uso racional de água, eliminação de impressões desnecessárias, opção por produtos reciclados e/ou econômicos, etc, já são capazes de disseminar pela organização a filosofia da sustentabilidade e contribuir com um menor impacto ao meio ambiente.

A própria busca pela conscientização dos colaboradores da empresa quanto à responsabilidade ambiental de cada um é um importante passo. Pense nisso.

Sustentabilidade não é uma onda passageira:

Alguns empresários ou empreendedores tendem a pensar que sustentabilidade empresarial se trata de um fenômeno passageiro. Enganam-se. Trata-se de uma realidade que espelha também um futuro cada vez mais focado na necessidade pela preservação ambiental. E isso pode ser percebido por um simples fato: Os recursos ambientais são finitos, sua qualidade também, e a atividade econômica humana se intensifica a cada ano.

Sustentabilidade é uma realidade tanto nos dias de hoje quanto futura. O mercado gradativamente irá se adaptar a uma nova modalidade econômica. E sua empresa?

Uma empresa que atua junto às necessidades e tendências de mercado é uma empresa mais próxima do sucesso.

Compartilhe este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *